Fone: (16) 3301-0600

Memória: Bandeira de Araraquara

Data comemorativa lembra um símbolo da cidade


O Memorial da Câmara Municipal, na semana em que comemoramos o Dia da Bandeira de Araraquara, 30 de maio, com a intenção de preservar o resgate histórico, relembra um pouco da história do símbolo, apresentando suas origens e significados. A data foi instituída através da Lei Municipal nº 8703, em 2016.

 

Um pouco da história

No ano de 1970, o então prefeito Rubens Cruz enviou à Câmara Municipal um projeto de lei para oficializar o Pavilhão do Município, cujo modelo da bandeira estava no Museu Histórico. A Comissão de Justiça, Legislação e Redação do Poder Legislativo opinou que tal símbolo passasse por exame de autoridade de heráldica e bandeirologia e tal projeto retornou à Prefeitura.

Em 1972, o presidente do Poder Legislativo, vereador Rubens Bellardi Ferreira, solicitou ao prefeito Rubens Cruz informar quais as medidas foram tomadas sobre o assunto e a resposta foi que a firma Arcinóe Antonio Peixoto de Faria, especialista em heráldica, realizava estudos sobre o brasão e a bandeira do município. Esclareceu ainda que, em virtude de ter sofrido modificações no brasão, o Executivo julgou aconselhável, antes de tomar qualquer medida, ouvir o seu autor, o ministro Dr. José Romeu Ferraz. Informou também que havia recebido circular da Subchefia da Casa Civil, esclarecendo que tal estudo era de competência do Conselho Estadual de Honrarias e Méritos, ao qual seria encaminhada para os necessários estudos.

Em 30 de maio de 1973, o presidente da Câmara Municipal de Araraquara solicitou ao subchefe da Casa Civil para os Assuntos dos Municípios informações a respeito do andamento dos estudos que estavam sendo realizados para a correção do brasão, a fim de dar andamento ao projeto do Executivo que oficializava o Pavilhão do Município. Meses depois, o presidente do Conselho Estadual de Honrarias e Mérito encaminhou o relatório aprovado, com alterações no brasão idealizado pelo ministro José Romeu Ferraz, com a colaboração do poeta Dr. Guilherme de Almeida.

Quanto à bandeira, o Conselho recomendou que as cores fossem as mesmas do Brasão de Armas, descrita da seguinte forma: formato retangular, de azul com um sol flamejante de amarelo e um triângulo branco cuja base se assenta na tralha e é carregado do Brasão de Armas.

Também foi estabelecido que suas medidas seriam com as mesmas proporções da Bandeira Nacional, isto é, 14M (módulos) de altura por 20M de comprimento; o triângulo tem sua base coincidente com a tralha a 9M de altura e o Brasão de Armas neste aplicado, 5M de altura; o Sol, colocado em posição equidistante entre o vértice do triângulo e a extremidade oposta à tralha, as inscreve em um círculo com 8M de diâmetro.

Assim, em 30 de maio de 1974, na gestão do então prefeito Clodoaldo Medina, foi instituída por meio da Lei Municipal nº 2058, os símbolos do município: o Brasão e a Bandeira de Araraquara. 

 

 

 

Nota: o Marco da Bandeira de Araraquara foi revitalizado pelo Rotary Club Araraquara em 2016, localizado na esquina da Rua Itália com a Avenida Portugal, ao lado da Praça Pedro de Toledo.

 

Fontes:




Publicado em: 29 de maio de 2020

Publicado por: Silvia Gustavo

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias do Memorial

Outras Notícias

Fique por dentro


Escola do Legislativo de Araraquara participa do VII Encontro da APEL

12 de maio de 2020

A Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Araraquara participou, na sexta-feira (8), do 7º Encontro da Associação Paulista de Escolas do Legislativo e de Contas (Apel), o qual foi realizado on-line, por meio de uma plataforma digital, de maneira segura, obedecendo às recomendações da OMS, Mi...


Parlamento Jovem tem resposta sobre criação de horta comunitária no Indaiá

17 de abril de 2020

A fim de contribuir com os cidadãos que não têm condições financeiras de ter uma alimentação adequada, as vereadoras jovens lsabelle Victoria de Oliveira Fernandes e Isadora Aparecida Martins Teixeira, participantes do projeto Parlamento Jovem 2019 apadrinhadas pelo vereador Paulo Landim (PT), en...


Secretaria da Educação conta com apenas um psicólogo em seu quadro

17 de abril de 2020

Na Sessão Oficial do Parlamento Jovem 2019, realizada em 14 de novembro do ano passado, as alunas Geovana Maria dos Santos e Larissa Tabata Maione, representando a Escola Estadual “Doutor João Pires de Camargo” e apadrinhadas pelo vereador Delegado Elton Negrini (PRTB), indicaram à Prefeitura o e...


História do Feminismo abre Mês da Mulher na Câmara Municipal  

09 de março de 2020

Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, a Escola do Legislativo (EL) promoveu, na segunda-feira (9), uma tarde de reflexão sobre a condição feminina com a palestra “História do Feminismo”, ministrada pela psicóloga Juliana Superbi. A palestrante é responsável pelo projeto “Sobre Nós Mulhere...


Edição 2020 do Parlamento Jovem chega às escolas

02 de março de 2020

Na segunda-feira (2), foi dado início à segunda etapa do projeto Parlamento Jovem, desenvolvido pela Escola do Legislativo (EL) da Câmara Municipal. A Escola Estadual “Maria Isabel Rodrigues Orso”, no Jardim Adalberto Roxo, foi a primeira das 35 instituições participantes a receber a iniciativa....


Reunião com professores marca primeira etapa da edição 2020 do Parlamento Jovem

20 de fevereiro de 2020

Na quinta-feira (20), foi realizada a primeira etapa da edição 2020 do projeto Parlamento Jovem, desenvolvido pela Escola do Legislativo (EL) da Câmara Municipal. Na ocasião, professores e coordenadores das escolas participantes se reuniram na Casa de Leis para receber orientações sobre as ativid...