SIGA-NOS:

Notícias



Reabertura do comércio é tema de Requerimento

De autoria do vereador Elias Chediek e subscrito por Tenente Santana, Gerson da Farmácia, Pastor Raimundo Bezerra e José Carlos Porsani, documento foi endereçado ao prefeito; ofício semelhante foi enviado ao governador


Atualmente, Araraquara possui uma estrutura pública de saúde com 76 leitos de enfermaria e 49 de UTI, exclusivamente para os pacientes com Covid-19, sendo que o índice de ocupação é de aproximadamente 10%. Os números estão no Requerimento nº 493/2020, que é de autoria do vereador Elias Chediek (MDB), também assinado pelo presidente da Câmara Municipal, Tenente Santana (MDB), e os vereadores Gerson da Farmácia (MDB), Pastor Raimundo Bezerra (Republicanos) e José Carlos Porsani (PSDB).

No documento, os parlamentares solicitam da Prefeitura a reabertura “gradual e responsável” de todo o comércio em Araraquara. Ofício com teor semelhante, assinado pelos mesmos vereadores, com exceção de Porsani, foi enviado ao governador do Estado, João Dória (PSDB).

“Se a retomada da economia, com o funcionamento de estabelecimentos comerciais e de serviços não essenciais, não for realizada imediatamente, a população será duplamente penalizada, uma vez que muitos recursos foram investidos na estrutura hospitalar para atendimento de acometidos pela Covid-19, porém apenas 8% dessa estrutura está sendo utilizada. Por outro lado, a economia está seriamente abalada e em vias de entrar em colapso total”, diz trecho do documento.

Os parlamentares ainda trazem outros dados. Segundo eles, a média diária de internação em enfermaria é de 7,3 pessoas, o que corresponderia a 10% da ocupação dos leitos para os acometidos pela Covid-19, ou seja, “90% do sistema está ocioso”, frisam. O documento destaca que, na UTI, a porcentagem de ocupação é ainda menor, representando apenas 3% do total dos leitos.

Os vereadores finalizam o texto dizendo que “é injusto e danoso tratar como iguais os 645 municípios do Estado de São Paulo, com realidades tão distintas, devendo o Estado dialogar mais, ampliando a liberdade dos municípios, para que possam decidir sobre a abertura gradual e responsável do comércio e de serviços não essenciais”. Este é mais um pedido feito através da Câmara para que haja um esforço para a reabertura do comércio.


Outras Notícias

Fique por dentro

Câmara aprova R$ 2,2 milhões em emendas ao orçamento para esporte, cemitério animal e ambulatório

03 de julho de 2020

Durante a Sessão Extraordinária para votação do Projeto de Lei nº 121/2020 (Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO) foram aprovadas dez emendas do vereador Zé Luiz – Zé Macaco (Cidadania), que somam...



Prédio do antigo Cepar é alvo de reclamações

03 de julho de 2020

Na sexta-feira (26), o vereador Gerson da Farmácia (MDB) protocolou o Requerimento nº 616/2020, que pede informações ao Executivo sobre o imóvel localizado na Avenida Alfredo Coelho de Oliveira, nº...



Eleições municipais

03 de julho de 2020

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (1º), em dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 18/2020, que determina o adiamento das eleições municipais deste an...



Palavras que voam

03 de julho de 2020

O projeto “Palavras que Voam” promoverá arrecadação de livros em sistema drive-thru no sábado (4), das 9 às 13 horas, na Avenida Espanha, em frente à Biblioteca Municipal.



Drive-thru solidário

03 de julho de 2020

A escola Micropro realizará uma ação solidária em sistema drive-thru para arrecadação de alimentos neste sábado (4), das 9 às 14 horas, na Rua Padre Duarte, nº 1636 (entre as avenidas Espanha e Fei...



Seis horas

03 de julho de 2020

O Governo de São Paulo ampliou o horário de funcionamento do comércio na Fase 2 (Laranja) de quatro para seis horas diárias consecutivas durante quatro dias úteis. A norma para o estabelecimento re...