Fone: (16) 3301-0641

Memória: há 88 anos, as mulheres brasileiras garantiram o direito ao voto

Sufrágio feminino


O Memorial da Câmara Municipal relembra que o impedimento do voto à mulher somente foi quebrado há 88 anos, em 24 de fevereiro de 1932, com a publicação do Decreto nº 21.076 - Código Eleitoral, que em seu artigo 2º dizia: “É eleitor o cidadão maior de 21 anos, sem distinção de sexo, alistado na forma deste Código”.

 

Modelo de urna - ano 1901

O decreto trouxe significativos avanços político-sociais, dentre eles: voto feminino, voto secreto, o sistema de representação proporcional em dois turnos simultâneos e a criação da Justiça Eleitoral. Também a legislação eleitoral fez, pela primeira vez, referência aos partidos políticos, por mais que a candidatura avulsa ainda fosse admitida.

Em 1937, cinco anos depois da publicação do decreto, a Câmara Municipal de Araraquara, que na época era composta por 13 vereadores, registrou o primeiro episódio de participação da mulher na política, com uma candidata chamada para assumir uma cadeira no legislativo araraquarense.

Em Sessão Ordinária de 18 de setembro daquele ano, Rosa Furlan Alves foi convocada, como suplente, para assumir a vaga do vereador Plínio de Carvalho, que teve seu mandato cassado.

Porém, por motivos particulares, não assumiu o cargo, renunciando através de ofício lido na Sessão Ordinária de 9 de outubro, sendo chamado seu suplente, João do Amaral Gurgel Filho, que aceitou a vaga.

O Poder Legislativo araraquarense, em 1937, era assim composto: Augusto Freire da Silva (presidente), Mario Arantes de Almeida (vice-presidente), Antonio Alonso Martinez, Benevenuto Colombo, Carlos Francisco Martinz, Casemiro Xavier de Mendonça, Flavio Pinheiro Lima, José de Abreu Izique Junior, José do Amaral Velosa, João Carvalho de Oliveira, Plínio de Carvalho, Rômulo Lupo e Simão Andrade Ribeiro.

 

Fontes:




Publicado em: 21 de fevereiro de 2020

Publicado por: Silvia Gustavo

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias do Memorial

Outras Notícias

Fique por dentro


Calendário municipal do mês: ABRIL

01 de abril de 2020

A cidade de Araraquara tem datas comemorativas importantes para serem lembradas, pois homenageiam profissões, classes e assuntos relevantes. O Memorial da Câmara Municipal relembra essas datas:   Lei Data Assunto Autoria Data comemorativa 7928 22/04/201...


Memória: Prêmio 'Heleieth Saffioti'

26 de março de 2020

Heleieth Iara Bongiovani Saffioti (1934-2010) - Socióloga, professora, escritora e pensadora feminista, por unir a militância política com produção acadêmica, tornou-se uma referência no movimento feminista. Acesse a biografia na íntegra aqui.   O Prêmio Instituído através do Decreto Legislati...


Memória: há 48 anos, foi oficializado o Hino de Araraquara

19 de março de 2020

O Memorial da Câmara Municipal relembra que no dia 21 de março, há 48 anos, foi oficializado o hino do município de Araraquara.  Recordamos que até o ano de 1971 a cidade ainda não possuía um hino, quando o então prefeito Rubens Cruz enviou ao presidente da Câmara Municipal, vereador Gaeta, o Of...


Memória: Casarão histórico no centro da cidade completa 100 anos

12 de março de 2020

Cerimônia de inauguração   O Memorial da Câmara Municipal relembra que há seis anos era inaugurado o Anexo da Câmara Municipal, denominado “Vereadora Deodata do Amaral”. O casarão histórico recebeu o nome da vereadora que conquistou o maior número de votos na história do Poder Legislativo ar...


Memória: Araraquara na Guerra do Paraguai, há 155 anos

09 de março de 2020

O Memorial da Câmara Municipal relembra os voluntários que partiram de Araraquara para a Guerra do Paraguai, em 10 de março de 1865. Na época, a cidade de Araraquara era pequena, com renda de 300 mil réis anuais, mas mostrou que seus filhos eram homens valorosos, pois ao verem o território da pá...


Memória: Mulheres Vereadoras

05 de março de 2020

O Memorial da Câmara relembra neste mês, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, que Olinda Montanari (in memoriam) mesmo não tendo sido a primeira mulher convocada para o Poder Legislativo araraquarense, ainda assim tornou-se a primeira mulher a exercer o cargo de vereadora, convocada com...