Notícias



Câmara aprova abertura de licitação para concessão de estrutura municipal de eventos e outros projetos

Responsabilidade pelos serviços públicos de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, 'Programa de Promoção da Dignidade Menstrual', orçamento municipal de 2022 e outros projetos também foram aprovados; vídeos no final do texto


Terça-feira (23), novamente a Câmara Municipal de Araraquara teve duas sessões. A primeira delas foi a segunda Sessão Extraordinária para a segunda discussão e votação do projeto de lei que trata do orçamento municipal para o próximo ano. A Prefeitura estima a receita e fixa a despesa do município de Araraquara para o exercício de 2022 em R$ 1.165.592.024,11. O orçamento municipal para o próximo ano foi aprovado, junto com as 24 emendas apresentadas pelos vereadores.

Na sequência, ocorreu a 44ª Sessão Ordinária da atual Legislatura, com oito projetos relacionados na Ordem do Dia. Os vereadores autorizaram a Prefeitura a abrir o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), tendo por objetivo a abertura do processo licitação para a concessão do complexo esportivo e turístico denominado “Complexo Arena da Fonte Luminosa”, composto pelo Estádio Municipal “Arena da Fonte”; Ginásio de Esportes “Gigantão”; Centro de Eventos de Araraquara e Região (Cear) e do complexo esportivo “Circuito de Rodas”, localizado no Parque do Pinheirinho.

Outro projeto aprovado adequa a legislação municipal reguladora dos serviços públicos de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, considerando as modificações introduzidas pela Lei Federal nº 14.026, de 2020. A Prefeitura voltará a ter responsabilidade pelos serviços públicos de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, considerando ainda o resultado de Ação Civil Pública tramitada na Justiça do Trabalho de Araraquara. Esta ação não permite mais que os coletores trabalhem sendo transportados atrás dos caminhões de lixo. Segundo o projeto aprovado, o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae), atual detentor destes serviços, continuará com a prestação dos serviços durante a transição, até que sejam estabelecidas as condições para que a Prefeitura os assuma.

Quatro dos projetos aprovados autorizam novos créditos no orçamento em vigência, que somam quase R$ 20,5 milhões. Os vereadores ratificaram, ou seja, confirmaram o crédito de R$ 3.627.500,00, aberto de forma extraordinária pela Prefeitura, para despesas com a gestão de serviços de saúde. Já o valor de R$ 155 mil para manutenção das atividades nas Secretarias Municipais de Administração e de Esporte e Lazer, e no Fundo Social de Solidariedade. E o crédito de R$ 10.684.516,07 é para suplementação de dotações orçamentárias relativas à folha de pagamento dos servidores no mês de novembro. Também foram aprovados outros dois créditos, dentro do mesmo Projeto de Lei, que somam R$ 6 milhões e 45 mil para diversas finalidades na Secretaria Municipal da Educação. Os detalhes da aplicação dos recursos deste e dos demais créditos, além dos detalhes e documentos de todos os projetos podem ser acessados pelos links neste texto.

Teve ainda o Projeto de Resolução de iniciativa da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Urbano Ambiental – formada pelos vereadores Luna Meyer, Fabi Virgílio e Marcos Garrido, e mais os vereadores Aluisio Boi, Rafael De Angeli e João Clemente, alterando o Regimento Interno da Câmara Municipal de Araraquara, atualizando o nome e a área de atividade da Comissão de Desenvolvimento, Tecnologia, Ciência, Meio Ambiente e Defesa dos Animais.

Os vereadores aprovaram o projeto apresentado pelas vereadoras Fabi Virgílio, Thainara Faria, Filipa Brunelli e Luna Meyer, criando o “Programa de Promoção da Dignidade Menstrual” no Município de Araraquara, para garantir o acesso da população socialmente vulnerável aos absorventes íntimos durante o ciclo menstrual, além de políticas públicas de informação, combate a desigualdade e outros objetivos.

Ao final da sessão foi autorizado o encaminhamento de um requerimento e rejeitado outro, daqueles que dependem de deliberação do Plenário. O vereador João Clemente solicita ao Governo do Estado de São Paulo, que proceda a abertura do Restaurante Bom Prato Unidade Araraquara também aos domingos e feriados, inclusive nos horários de jantar. Já os vereadores Lineu Carlos De Assis, Carlão do Joia, Marchese da Rádio e Marcos Garrido tiveram rejeitada a Moção de Repúdio ao evento “Integra Inter”, que será realizado nos dias 29 e 30 de janeiro de 2022, em Araraquara.

 


Publicado em: 23 de novembro de 2021

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara

Comentários

Adicione seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.


Outras Notícias

Fique por dentro

Programa Sandbox busca incentivar desenvolvimento de produtos inovadores

29 de novembro de 2021

O ambiente de teste, sandbox, permite que as empresas, principalmente iniciantes, possam oferecer e testar novos produtos e serviços no âmbito de cidades inteligentes, sem as limitações impostas pe...



Câmara aprova emendas para as PICS e Programa para Uso de Cannabis Medicinal

29 de novembro de 2021

No início do mês (4), a vereadora Fabi Virgílio (PT) protocolou emendas à Lei Orçamentária Anual (LOA), que prevê o orçamento de Araraquara para 2022. As propostas foram aprovadas em Plenário, dura...



Programa Retoma SP é indicado para impulsionar economia de Araraquara

29 de novembro de 2021

O Programa Retoma SP, lançado em setembro pelo governo estadual, prevê meio bilhão de reais em investimentos para os setores mais afetados durante a pandemia da Covid-19. No dia 26 de novembro, o v...



Vereadores votam criação de estacionamento para bicicletas e outros projetos

29 de novembro de 2021

Os vereadores da Câmara Municipal de Araraquara se reúnem novamente na tarde desta terça-feira, dia 30, para discussão e votação dos projetos da 45ª Sessão Ordinária. Na Ordem do Dia, inicialmente,...



Lei sancionada fortalece políticas públicas para as mulheres

26 de novembro de 2021

Em ato realizado na Prefeitura na tarde da sexta-feira (26), foi sancionada a Lei Municipal nº 10.325/2021, de autoria das vereadoras Fabi Virgílio (PT), Filipa Brunelli (PT), Thainara Faria (PT) e...



Câmara debate Estatuto da Cidade

26 de novembro de 2021

Na próxima segunda-feira (29), a Câmara Municipal de Araraquara realiza uma mesa redonda com o tema “20 anos de Estatuto da Cidade – avanços e retrocessos sobre as cidades em transição”. A atividad...





Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!