Notícias



Documento do Coren-SP aponta falta de enfermeiros e outras irregularidades na Fungota

Apesar disso, diretora da fundação apresentou dados e contestou existência de problemas apresentados pelo vereador Lineu Carlos de Assis (Novo) em requerimento

408


No início do ano, o vereador Lineu Carlos de Assis (Novo) teve acesso a um documento emitido pelo Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP) em dezembro de 2023, no qual foram relatadas irregularidades encontradas nas inspeções realizadas em 2022 e 2023 na Maternidade Gota de Leite em Araraquara. Isso fez com que o parlamentar enviasse ao Executivo o Requerimento nº 112/2024, questionando os atendimentos e procedimentos feitos pela unidade durante os últimos 12 meses.

O ofício do Coren-SP revela diversas inconformidades, como execução de atividades em desacordo à Resolução nº 516/2016 do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que normatiza a atuação e a responsabilidade de enfermeiros, enfermeiros obstetra e obstetrizes; déficit de 16 enfermeiros no quadro de servidores da Fundação Municipal “lrene Siqueira Alves – Vovó Mocinha” (Fungota); inexistência de enfermeiros em setores como Centro Cirúrgico e Central de Material e Esterilização; trabalho de profissionais com carteira de identidade profissional (CIP) vencida; falta de registros relativos à assistência de enfermagem; entre outros.

Apesar de ter sido devidamente notificada a prestar esclarecimentos ao Coren sobre as inconsistências relacionadas nas duas ocasiões, conforme documento do conselho, a Fungota não havia se manifestado até aquele momento a respeito das ocorrências registradas durante as visitas do conselho, o que motivou o parlamentar a levantar o tema durante as Sessões Ordinárias da Casa de Leis e pedir informações ao Município.

Entre os dados solicitados estavam os números de partos realizados nos últimos 12 meses (divididos entre normais e cesarianas), nascimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e particulares, qualificação dos profissionais envolvidos e atuação dos enfermeiros obstetras e obstetrizes em atendimento de gestantes em condições de risco.

No documento assinado por Lúcia Regina Ortiz Lima, diretora executiva da Fungota, foi relatado que, em 2023, a maternidade realizou 2.145 partos, sendo 1.301 cesarianas e 844 normais. Do total apresentado, 2.084 foram procedimentos custeados pelo SUS e 61 de maneira particular.

Ela prossegue afirmando que a maternidade tem feito, em média, seis partos por dia e conta com suporte de pessoal especializado da área da saúde, funcionários administrativos e de apoio, garantindo assistência individualizada às mulheres e seus bebês, de acordo com cada necessidade.

Sobre os profissionais que atuam nos partos, Lúcia detalha como é feito cada atendimento, desde a chegada ao Pronto Atendimento de Obstetrícia – momento em que é feita a classificação de risco – até a internação e posterior encaminhamento para o centro cirúrgico, nos casos de cesariana, ou para o centro obstétrico, em partos normais.

A diretora ressalta que os servidores envolvidos nas diversas etapas de um trabalho de parto têm atuação restrita às suas competências e que “nenhuma categoria profissional realiza sozinha a assistência à parturiente no Centro Obstétrico, seja ele de risco habitual ou de alto risco”.

Em relação às denúncias apresentadas, a diretora afirma que “inexiste situação irregular envolvendo a atuação de obstetrizes ou de enfermeiros obstetras, ressaltando que a legislação de referência da carreira ressalta expressamente a equivalência da atuação dessas duas categorias profissionais no processo de assistência ao parto”.

Embora a resposta da Fungota não mencione as irregularidades relatadas pelo Coren-SP, nem a aplicação das medidas corretivas sugeridas pelo conselho nas inspeções, Assis chamou novamente a atenção da Casa de Leis para a importância do assunto, na visão do parlamentar, que “vai além de interesses mesquinhos, pois estamos falando de saúde, de vidas, e isso é sério”.

Para o vereador, ficou evidenciado na resposta ao Requerimento nº 112/2024, na matéria publicada pela assessoria de imprensa da Câmara Municipal sobre a reunião com vereadores e através dos discursos dos membros da Comissão de Saúde que visitaram a Fungota, que estava tudo dentro da absoluta normalidade e que havia número suficiente de profissionais para atender a população.

“Porém, infelizmente, não foi o que o órgão técnico Coren havia encontrado desde 2022, dando oportunidade para que fossem realizadas as ações corretivas, sendo totalmente ignorado pela Fungota, demonstrando que a sua Gestão Administrativa tinha conhecimento destas situações desde 2022, que se arrastaram até 2024, e não foram tomadas as providências, deixando de informar a Câmara Municipal de Araraquara”, finaliza o parlamentar.


Publicado em: 20 de maio de 2024

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Câmara

Comentários

Adicione seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.


Outras Notícias

Fique por dentro

Câmara inicia jornada de sessões do segundo semestre

15 de julho de 2024

Após um breve recesso de dez dias, os vereadores da Câmara Municipal de Araraquara voltam a se reunir no Plenário em Sessão Ordinária, a partir das 15 horas desta terça-feira (16), com uma pauta in...



Ruas da Vila Renata precisam de recuperação asfáltica

15 de julho de 2024

Um documento de autoria do vereador Guilherme Bianco (PCdoB) pede para a Prefeitura realizar a recuperação asfáltica em vias da Vila Renata, na região da Vila Xavier.   O parlamentar solicita que...



Jogos Regionais 2024

15 de julho de 2024

Araraquara é a grande campeã da 66ª edição dos Jogos Regionais da 5ª Região Esportiva do Estado de São Paulo, sediada em Sertãozinho. Após ultrapassar Franca na última quinta-feira (11), a Morada d...



Campanha - Adoção de Animais

15 de julho de 2024

O Centro de Adoção Permanente "Cão Gabriel", localizado no Parque Infantil, receberá mais uma edição da Campanha de Adoção de Animais, no próximo sábado (20), das 9h30 às 13h. A ação é realizada pe...



Documento pede sistema semafórico em via de trânsito intenso do Santa Angelina

15 de julho de 2024

Uma indicação protocolada à Prefeitura solicita estudos técnicos para a implantação de sistema semafórico na esquina da Rua Manoel Rodrigues Jacob com a Avenida Arlindo Anastácio da Silva, no Santa...



Agenda Cultural – 12/07

12 de julho de 2024

Feiras Nesta sexta-feira (12), das 19 às 22 horas, tem Feira da Lua na Praça das Bandeiras João Colturato “Zinho”, no Centro, com artesanato, culinária e brechó, com expositores de Araraquara e re...





Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!